“Home is where the heart is”

DSCN2084.jpg

Estávamos abraçados, bem na frente do portão de embarque, quando uma voz soou nos alto-falantes anunciando a última chamada para o meu voo. O coração conseguiu ficar ainda mais apertado e as lágrimas rolaram com muito mais rapidez. Era isso, havia chegado o momento que mais tememos durante meses e o responsável por inúmeras noites mal dormidas. Era o momento da minha partida e, dali a alguns minutos, eu estaria sentada em avião enquanto observava a cidade ficando cada vez menor e mais distante. Assim como você…

Quando a última chamada foi feita, você me abraçou muito mais forte, se isso era possível. Eu tremia em meio a soluços enquanto você tentava se manter firme como uma rocha, mesmo eu sendo capaz de sentir suas lágrimas no meu ombro. Eu só queria que o tempo parasse naquele momento, queria poder ignorar o tic-tac do relógio que passava cada vez mais rápido, consumindo os últimos minutos que nos restavam juntos.

Mesmo não querendo, me afastei um pouco do seu abraço e segurei seu rosto em minhas mãos, na tentativa de memorizar, mais uma vez, cada detalhezinho do rosto, como as leves sardas do seu nariz ou as suas olheiras que acrescentam profundidade ao seu olhar. Respirei fundo para tentar guardar um pouco do seu cheiro e te beijei. Beijei como se nada mais naquele momento importasse, como se não existisse avião algum, como se, naquele momento, só existisse eu e você no mundo inteiro.

A emoção falou mais forte e nós dois desatamos a chorar nos braços um do outro. As pessoas ao redor passavam nos olhando curiosamente e algumas se compadeciam com a cena digna de um filme de romance, mas nada disso importava. Infelizmente eu precisava ir e seu abraço era caloroso demais para ser deixado. Quando entreguei a passagem, olhei para trás mais uma vez e acenei. Era difícil demais tudo aquilo mas uma certeza eu tinha: dizem que lar é onde o coração está e, enquanto o seu bater nessa Terra, ali sempre será o meu.

Anúncios

7 comentários sobre ““Home is where the heart is”

  1. Colossi disse:

    Seu texto resumiu algo que já passei há uns anos atrás. Já namorei a distância e realmente é algo que dói no coração ter que partir e chorei relembrando como tudo isso é difícil. Mas, cada um com seus motivos, é algo necessário e que, se ambos realmente se amarem, se manterão firmes e fortes esperando a chegada do outro. Belo texto 🙂

    Curtido por 1 pessoa

    • Giulia Nunes disse:

      Eu imagino o quão difícil deve ser, só a ideia de perder por causa da distância já causa um sentimento ruim e angústia, quanto mais passar por isso. E o que mais importa é o amor ser forte o suficiente para vencer essas barreiras e km existentes. Fico feliz que tenha gostado do texto ❤

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s